Traje à Vianesa é Património de Interesse Municipal

Traje à Vianesa classificado como Património de Interesse Municipal

O Executivo Municipal de Viana do Castelo classificou o Traje à Vianesa como Património de Interesse Municipal, decisão que irá enriquecer o processo em curso para a inscrição do Traje à Vianesa no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial.

Esta será, pois, a primeira etapa para a respetiva inscrição como Património Imaterial.

Este processo começou em julho de 2013, quando a Câmara Municipal de Viana do Castelo, entidade promotora do processo de certificação do Traje à Vianesa, solicitou à Associação Portugal à Mão – Centro de Estudos e Promoção das Artes e Ofícios Portugueses, um estudo que permitisse a elaboração do Caderno de Especificações, elemento central no processo da certificação do Traje à Vianesa – Viana do Castelo.

Trata-se de um documento normativo que regulamenta a implementação do processo de certificação.

Processo de certificação

No caso do Traje à Vianesa – Viana do Castelo, tal corresponde à figura de uma IG – Indicação Geográfica “Traje à Vianesa – Viana do Castelo”, cuja atribuição compete ao INPI – Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Esta IG – Indicação Geográfica é composta por uma denominação e por uma marca (símbolo).

No dia 28 de Dezembro de 2016 foi publicada a aprovação da inclusão da produção tradicional “Traje à Vianesa – Viana do Castelo” no Registo Nacional de Produções Artesanais Tradicionais Certificadas.

Em face desta aprovação, a Câmara Municipal de Viana do Castelo efetuou o pedido de registo da IG – Indicação Geográfica e marca ao INPI – Instituto Nacional de Propriedade Industrial.

O Caderno de Especificações contém, pois, o conjunto de elementos que definem o vocabulário e a gramática decorativa que tornam inconfundível a imagem do “Traje à Vianesa – Viana do Castelo”.

O Traje à Vianesa é um produto múltiplo, composto por um conjunto de peças, todas manufaturadas artesanalmente na região do Minho (à exceção dos lenços), cujo resultado final se deve à combinação poliédrica entre elas e ao modo como os adornos em ouro o enfeitam e sublinham.

É, hoje, um símbolo local e nacional, sendo também motivo de orgulho da diáspora onde existem inúmeros grupos folclóricos que primam pela arte do bem trajar e que sentem uma grande chieira nas suas raízes e nas tradições vianenses.

Fonte: Gabinete de Comunicação e Imagem do Município de Viana do Castelo (texto editado e adaptado)

Sugere-se a leitura do texto “Traje à Vianesa – ex-libris de Portugal“.