Melânia Gomes junta a sua às ‘várias vozes’ do GEA

Espetáculo de apresentação do “Grupo Etnográfico de Areosa, a Várias Vozes”

Melânia Gomes, a atriz portuguesa que considera Viana do Castelo “a sua casa”, vai participar no espetáculo de apresentação do novo álbum “Grupo Etnográfico de Areosa, a Várias Vozes”.

Esta iniciativa vai realizar-se no próximo dia a 13 de março de 2020, pelas 22h00, no Centro Cultural de Viana do Castelo.

Enamorada da cultura local, Melânia Gomes diz que “é um enorme prazer voltar a Viana do Castelo. Ainda mais para participar numa iniciativa arrojada e inovadora que pretende aliar a tradição e a modernidade. A ela vão juntar-se  inúmeros músicos que irão homenagear, com a sua presença e o seu saber, a cultura popular portuguesa.”

Recorda-se que a atriz foi homenageada com o Prémio “Máscaras de Ouro”, em 2008. Foi considerada a melhor atriz de cinema pelos Prémios Áquila 2014, pelo seu trabalho em “7 Pecados Rurais” de Nicolau Breyner.

Em Viana do Castelo, cidade da sua infância e juventude, já protagonizou a peça “Perdição”, um espetáculo de Fernando Gomes, com o Teatro do Noroeste – Centro Dramático de Viana.

Melânia Gomes com "A Várias Vozes"

CD com repertório do GEA

Neste novo CD, o GEA volta a valorizar o património cultural local que nos torna únicos aos olhos do mundo globalizado.

O projeto integra cerca de 50 músicos, tais como: o maestro Vítor Lima, Rafaela Alves e Diana Leitão dos Contraponto, a soprano Tânia Esteves e a fadista Elsa Gomes.

Mas, também, uma nova geração de músicos profissionais que engrandecem a cultura popular e as tradições portuguesas recuperando-as e trazendo-as para a atualidade.

Entre eles: Celina da Piedade, Daniel Pereira Cristo, Augusto Canário, Pi d’Areosa dos Sons do Minho e Ana Santos.

Para além destes, o CD inclui atuais e antigos componentes do  Grupo Etnográfico de Areosa, assim como alguns dos seus amigos de sempre: Júlio Viana, da Orquestra Sopro de Cordas; João Gigante, do projeto PHOLE; Dario Rocha; a Tuna de Veteranos de Viana do Castelo e Fabíola Carneiro.

21 temas interpretados pelo GEA

Neste CD são apresentados 21 temas interpretados pelo GEA desde a sua fundação, mas também “Rosa Tirana”. Esta é uma canção original composta pelo maestro José Pedro, com letra de José Fernandes.

Este projeto integra, ainda, o trabalho dos artistas plásticos João Gigante e Hugo Soares e das designers Helena Soares e Sara Costa, que “vestem” o CD com as suas criações. A produção áudio é de Pedro Alves.

Os instrumentos utilizados são: bandolim, braguesa, cavaquinho, contrabaixo, guitarra, guitarra baixo, violino, violoncelo, flauta transversal, gaita-de-foles, acordeão, concertina, assim como vários instrumentos de percussão.