A Filha do Ferreiro | Espectáculo em Águeda

 

Nos próximos dias 22, 23 e 24 de novembro (ver horários abaixo) vai realizar-se, no Auditório do Centro de Artes de Águeda, um espectáculo intitulado: “A Filha do Ferreiro”.

Em 2019 comemoram-se 50 anos da fundação do Grupo Folclórico da Região do Vouga e da primeira Orquestra Típica no Concelho de Águeda, então denominada Orquestra Típica da Região do Vouga. Foram criados sob a mesma bandeira, mas seguiram rumos autónomos, tendo a segunda dado origem à Orquestra Típica de Águeda.

Para esta comemoração as duas coletividades voltam a fundir-se em palco, apresentando um espetáculo singular, lendário e criado a partir da origem da alcunha gentílica de “Pilatos” atribuída aos Mourisquenses, e que incorpora muitas das tradições desta região.

Um jovem de nome Pilatos, oriundo do norte de Portugal e estudante na Universidade de Coimbra, por aqui pernoitou numa das suas passagens, e logo se terá enfeitiçado pela mais encantadora das filhas de um dos muitos ferreiros que na época aí bigornavam.

A relação de amor entre os jovens não foi aceite pela família e muito menos pelos pretendentes locais, que tudo fazem para eliminar o jovem Pilatos. Ainda hoje alguns que vêm de norte, chegados a Mourisca do Vouga, perguntam: “Onde estão os ossos de Pilatos?

A Filha do Ferreiro” é um espetáculo interassociativo, produzido, em parceira, pelo Grupo Folclórico da Região do Vouga e pela Orquestra Típica de Águeda.

A Filha do Ferreiro

22 e 23 de Novembro | 21h30

24 de Novembro | 17h00

Auditório do CAA (Centro de Artes de Águeda)

CE: M/6

Duração: 1h30

Preçário: 6€*

[themoneytizer id=”19156-19″]

 

Sobre o Grupo Folclórico da Região do Vouga

“O Grupo Folclórico da Região do Vouga foi fundado em Mourisca do Vouga, a 23 de Janeiro de 1969, na sede dos armazéns Leão Real, por iniciativa do etnógrafo José Maria Marques. Situa-se no centro de Portugal, a 5 Km de Águeda e a 20 Km de Aveiro, e é um fiel intérprete das danças e cantares da considerada região do Vouga, que se estende desde a Serra da Lapa até à ria de Aveiro.

O Grupo Folclórico da Região do Vouga possui sede própria, localizada na vila de Mourisca do Vouga, que, em tempos anteriores, foi uma quinta com exploração agrícola. Desta quinta, permanece até hoje uma casa senhorial dos finais do século XIX, típica do período da emigração do Brasil ao gosto burguês, que é hoje o Museu Etnográfico da Região do Vouga.” Continuar a ler

Sobre a Orquestra Típica de Águeda

“A Orquestra Típica de Águeda (OTA), é uma associação sem fins lucrativos, com estatuto de utilidade pública desde 1993, fundada em 1971, e tem como principais objectivos a recolha, divulgação e preservação da música tradicional portuguesa, com enfoque especial na Região onde se insere.

Ao longo dos seus 47 anos de actividade editou 6 trabalhos discográficos, o último dos quais, intitulado “Na Rota dos Ventos” foi lançado em Março de 2005. Realizou perto de mil atuações em festas e romarias, auditórios e salas de espetáculos por todo o país e fez digressões no Algarve, Madeira, Espanha, Luxemburgo e Brasil.

Organizou e participou em diversos encontros de Orquestras Típicas com as suas congéneres de Alcains, Alcobaça, Castelo Branco, Ourém, Rio Maior e Santarém.” Continuar a ler

[themoneytizer id=”19156-16″]