Romarias e Festas Populares em Junho

Durante o mês de Junho, realizam-se as seguintes Romarias e Festas Populares em Portugal:

Todo o mês

Festa de São João | Porto

A Festa de São João do Porto é já um dos marcos incontornáveis da vida da cidade e que conta com a visita de um número cada vez maior de turistas e visitantes, para participar nas iniciativas que vão decorrendo um pouco por todo o lado.

Renovada a tradição do São João do Porto conta com seis semanas de festa constante e reforçada, de 24 de maio a 29 de junho.

Uma festa integrada por muitas outras festas, concentrando mais de 200 eventos de grande diversidade e atingindo o auge na noite de 23 para 24 de junho, naquela que muitos apelidam de noite mais longa do ano.

local: Por toda a cidade | GPS: 41.140108 -8.609554

Festas em cidade em honra de São Tiago | São João da Madeira

É a maior festividade da cidade, em honra do seu santo padroeiro. Durante uma semana, a Avenida da Liberdade encerra de noite ao trânsito e abre aos inúmeros vendedores e carrosséis, culminando num habitual fogo de artifício.

local: S. João da Madeira | GPS: 40.896446218351535  -8487217426300040

Primeiro fim-de-semana

Festas do Junho – Romaria a S. Gonçalo | Amarante

São Gonçalo atrai, todos os anos, milhares de romeiros à cidade para as tradicionais Festas do Junho, em honra do padroeiro.

A religião e o profano andam de “mãos dadas” nestas festas que, durante três dias, oferecem um programa variado.

Os pontos altos acontecem, como habitualmente, na sexta-feira, com o despique de bombos no Largo de S. Gonçalo; no sábado, com a sessão de fogo-de-artifício e no domingo, com a Procissão em honra de São Gonçalo.

local: Núcleo urbano da cidade | GPS: 41°16’08’’N 8°04’43’’W

Sugestão: Festas de Junho em Amarante (1919)

Primeiro domingo

Peregrinação à Senhora do Viso | Celorico de Basto

A Romaria realiza-se no segundo domingo de Setembro

Trata-se de uma romaria arciprestal que envolve, por isso, todas as paróquias do concelho.

A maior romaria de Celorico de Basto, em honra de Nossa Senhora do Viso, arrasta milhares de peregrinos ao recinto com as cerimónias religiosas como principal enfoque.

local: Caçarilhe | GPS: 41.411920° N 8.086353° W

Festa da Senhora da Fé | Cantelães – Vieira do Minho

Situada na freguesia de Cantelães e em plena serra, a Capela de Nossa Senhora da Fé foi construída em 1759 após o aparecimento da imagem no Monte de Santa Cecília.

O recinto da capela integra dois coretos, uma fonte, e ainda uma grande cruz que se avista desde a vila de Vieira do Minho.

É no primeiro domingo de junho que a Capela acolhe anualmente uma peregrinação do arciprestado de Vieira do Minho.

Junto ao Santuário de Nossa Senhora da Fé, existe um nicho construído no tronco de uma árvore que alberga a imagem de Nossa Senhora «uma promessa que se fazia antigamente era a de uma pessoa viva dar duas voltas ao santuário deitada numa urna enquanto a banda filarmónica e algumas carpideiras contratadas acompanhavam o devoto neste macabro cortejo fúnebre».

Este tipo de promessa foi abolido há alguns anos. Havia na capela alguns caixões para alugar para aquele tipo de promessa. Só há pouco tempo foram de lá retirados.

local: Freguesia de Cantelães | GPS: 416.575.333 -81.306.505,17

Segundo domingo

Romaria de Santa Rita | Ermesinde – Valongo

Na Igreja de Nossa Senhora do Bom Despacho, também conhecida por Igreja de Santa Rita, anexa ao antigo Convento da Formiga, na cidade de Ermesinde, anualmente, no segundo domingo de junho, há romaria a Santa Rita. Muito concorrida, atrai peregrinos e caminheiros de toda a região.

A Procissão em honra de Santa Rita, advogada dos impossíveis, acompanhada de anjinhos e andores com outras imagens, desenvolve-se pelo adro fronteiriço ao templo.

Paralelamente às atividades religiosas, há diversões e grande número de vendedores e tendeiros que oferecem, de sexta a segunda-feira, um vasto leque de produtos aos visitantes.

local: Av. Eng.º Duarte Pacheco – Ermesinde | GPS: 41°12’21,73”N 8° 32’ 31,06”W

Dias 6 a 13

Festas da Cidade em honra de Santo António | Vila Real

As comemorações em honra de Santo António, constituem-se como um dos pontos mais altos das Festas de Vila Real, em que a cidade ganha especial colorido, movimento e alegria.

Da Feira de Gado Maronês e Concurso Nacional de Gado Maronês, à Feira de Santo António, passando por uma panóplia de iniciativas culturais e desportivas, a vida e animação que enchem Vila Real nestes dias de festa, serve de pretexto a que as suas gentes desfrutem do ambiente quente e de franca harmonia que a sua cidade ganha.

local: Rua de Trás-os-Muros – Vila Velha | GPS: 41.292874 N 7.745909 W

Dias 6, 7 e 13

Festa de Santo António | Mixões da Serra – Vila Verde

O Santuário de Stº António de Mixões da Serra localiza-se na freguesia de Valdreu, em Vila Verde.

No dia 13 de junho, realizam-se as principais celebrações religiosas. Porém, o dia mais importante é o domingo imediatamente anterior ao dia 13.

O largo fronteiro ao santuário enche-se de milhares de pessoas e animais para participarem na cerimónia da Bênção dos Animais.

local: Mixões da Serra | GPS: 41°45’32.60”N 8°19’23.97”W

Dias 6 a 24

Festa de São João | Moimenta da Beira

Festa popular que dispõe de um programa variado com exposições, música, concertos, artesanato, entre outras atividades.

Procissão majestosa e sublime em honra ao padroeiro no dia 24, com andores cobertos de flores e centenas de figuras bíblicas a fazer o percurso, passo a passo, da Igreja Matriz às ruas e ruelas da vila e regresso novamente à Igreja Matriz, mais de duas horas depois.

Marchas a desfilar pela estrada mais central da vila, sempre ao ritmo de bandas de música e fanfarra. Uma parada colorida, animada, viva e representativa dos usos e costumes, que enche os olhos ao povo.

local: Moimenta da Beira | GPS: 40°58’50.1”N 7°36’50.0”W

Dia 10

Romaria de Nossa Senhora da Lapa  | Sernancelhe

Existem dois grandes momentos de peregrinação à Senhora da Lapa: a 10 de junho e a 15 de agosto.

Estas peregrinações são precedidas de novenas, que funcionam como uma espécie de retiro aberto e são verdadeiramente concorridas. Milhares de pessoas acorrem àquele santuário mariano, movidos pela fé na imagem da santa, encontrada pela pastorinha Joana debaixo de uma lapa.

Há igualmente uma peregrinação no segundo domingo de setembro, já com uma larga tradição. Das três romarias, a de agosto é a maior.

local: Santuário de Nossa Senhora da Lapa | GPS: 40°52’12.53’’N 7°34’30.56’’W

Dias 10 a 14

Festas concelhias em honra de Santo António | Vila Verde

De 10 a 14 de junho, Vila Verde será palco de uma das mais afamadas romarias minhotas, as Festas Concelhias em honra de Santo António. Durante cinco dias, inúmeras atividades irão proporcionar momentos inesquecíveis: as rusgas, as fogueiras, os cantares ao desafio, as imponentes sessões de fogo de artifício.

Destaque, ainda, para os festivais de folclore, as marchas, a Corrida de Cavalos, os espetáculos musicais, o Cortejo Etnográfico que conta com a participação das juntas, das associações numa mostra da autenticidade da cultura e das tradições do concelho.

O espaço gastronómico será outra das atrações para quem visita Vila Verde.

local: Centro de Vila Verde | GPS: 41°38’56.89”N 8°26´8.09”W

Dia 12

Festa de Santo António | Vale de Cambra

Santo António, padroeiro de Vale de Cambra, desde sempre teve o seu dia comemorado pelos valecambrenses.

Aliada às cerimónias religiosas, missa e procissão, existe um variado número de atividades e animações que transformam o centro urbano durante alguns dias.

local: Praça Comendador Álvaro Pinho Costa Leite | GPS: 40°50’58.15”N 8°23’40.02”W

Dia 13

Festas em honra de Santo António | Amares

As festividades em honra de Santo António decorrem durante vários dias, com principal destaque para o dia de Santo António, 13 de junho.

Solenidades religiosas, marchas populares, folclore, música filarmónica, música popular, tradicional portuguesa e atividades desportivas, entre outras, constituem habitualmente as principais propostas do programa.

local: Praça do Comércio – Ferreiros | GPS: 41.627.785 -8.366.015

Dia 13 e durante uma semana

Festas Antoninas | Vila Nova de Famalicão

As Festas Antoninas em honra do Santo Casamenteiro, mobilizam todo o concelho e chamam à cidade milhares de turistas. Vivem-se as tradições populares mais profundas, com a descoberta e o reencontro de costumes, sentimentos e sabores ancestrais.

Pelas ruas, os aromas dos manjericos confundem-se com os da sardinha assada na brasa e das fêveras de porco. Come-se o caldo verde e bebe-se o vinho tinto do pipo.

A festa dura toda a noite e, um pouco por toda a cidade, há música, bailaricos e arraiais populares. Os rapazes compram um manjerico para oferecer à namorada com uma quadra popular original e, por vezes, brejeira ou jocosa. A festa faz-se na rua e todos são convidados.

As Rusgas Populares, as Fogueiras e as Cascatas de Santo António são outros dos momentos tradicionais, aos quais se juntam as cerimónias religiosas com destaque para a distribuição do Pão de Santo António. As Marchas Populares são um dos pontos altos das festas.

local: Ruas da Cidade | GPS: 41°24’21.31” N 8°31’06.21” W

Dias 13 a 24

Festas de S. João | Braga

O S. João é a maior festa concelhia. As primeiras referências remontam ao ano de 1489, ignorando-se, já nessa época, quando terá ocorrido a primeira das festividades.

A programação é rica e variada, com muita música popular, ranchos folclóricos, iluminações artísticas, sessões de fogo-de-artifício e uma série de manifestações culturais, desportivas e de âmbito religioso.

É festejado com os martelinhos, alho-porro, o cheiro dos manjericos, saltos à fogueira e arraiais com os seus tradicionais bailaricos.

Festa popular e religiosa que conta com a presença indispensável de ranchos folclóricos, bandas de música, grupos de Gigantone ou Cabeçudos, de bombos e “Zés Pereiras”, teatro, jogos tradicionais, concertos e a grande festa da noite de 23 de junho.

local: centro histórico | GPS: 41.541975 -8.418793

Festa de São João | São João da Pesqueira

Com o objetivo de reviver as tradições das festas S. Joaninas no nosso concelho, e em homenagem ao padroeiro da vila, o município de S. João da Pesqueira (por vezes em parceria com instituições locais) realiza várias atividades, nomeadamente o Concurso de Marchas Populares, Feira Etnográfica, tasquinhas, onde se pode degustar as sardinhas assadas típicas nestas festividades e muita e variada animação.

local: Ruas da Vila de S. João da Pesqueira | GPS: 41°08’49,11”N 5°24’23,17”W

Dias 18 a 29

Festa de São João | Tabuaço

Festa bairrista que reúne todas as freguesias, cimo e fundo de vila na Marcha Luminosa, que se realiza na noite de 23 de junho.

A 24 de junho (feriado municipal), celebra-se o dia de S. João Batista, com Missa Solene e sermão, seguida de procissão acompanhada de banda de música, que percorre as principais ruas da vila, adornada com os andores dos padroeiros de todas as freguesias do concelho. Integram, também, as crianças trajadas de figuras bíblicas.

Em todos os dias da festa, a população e visitantes podem usufruir das “tasquinhas” com petiscos e vinhos da região, onde não falta a sardinha assada. Decorre ainda uma feira de artesanato e à noite, há atuação de grupos de baile até altas horas da madrugada.

local: Tabuaço | GPS: 41116898 -7565643

Dias 20 a 24

Festa de São João | Cinfães

As Festas do Concelho de Cinfães, em honra de São João, são um dos marcos incontornáveis da vida do município e que contam com a visita de um número cada vez maior de crentes e orgulhosos foliões. De 20 a 24 de junho, são milhares as pessoas que festejam os Santos Populares em Cinfães.

O município apresenta um programa de animação variado e arrojado e, com a vila vestida a rigor e as ruas cheias de cores e aromas, é mais que muita a alegria e boa disposição.

local: Largo da Feira | GPS: 41,071905 -8.086.987

Festa de São João | Campos – Vila Nova de Cerveira

Ao longo de quatro dias, a freguesia de Campos celebra a festa do seu padroeiro, São João Batista. Para além das cerimónias religiosas, um dos momentos altos está reservado para a noite de sábado, com as imponentes Marchas Populares.

Depois de muito trabalho, as pessoas que integram as diversas estruturas locais e lugares da freguesia, vestem-se a rigor e, ao som de muita música, desfilam com os arcos coloridos, perante os aplausos dos presentes.

A vertente religiosa da festa acontece domingo à tarde com a Missa e majestosa Procissão, e os restantes dias a serem marcados por arraiais minhotos.

local: Largo de S. João – Campos | GPS: 41.979.729 -8.701.862

Dias 20 a 30

Festas em honra de São Pedro | Afurada – Vila Nova de Gaia

Gente de grande devoção, todos os anos os pescadores prestam a devida homenagem ao santo, com toda a pompa e circunstância onde para além das cerimónias religiosas não falta a tradicional sardinha assada com a típica broa de Avintes e o fogo de artifício.

Esta festa atinge o seu auge, aquando da saída da procissão, cujos andores transportam imagens de santos e santas de tamanho natural, seguidos pelos seus fiéis devidamente trajados com as tradicionais vestes das gentes da pesca.

À passagem defronte ao Rio Douro, procede-se à bênção dos barcos acompanhados pelo toque das sirenes e morteiros.

local: Centro Piscatório da Afurada – Afurada | GPS: 4108’34.09”N 8038’52.61”W

Semana anterior ao dia 24

Festa de São João | Vila do Conde

O programa celebra o padroeiro S. João, cuja imagem se venera na quinhentista Igreja Matriz. Nele se misturam o culto religioso com atos de índole profana, numa festa com profundas raízes na tradição popular e com ligações multisseculares ao Convento de Santa Clara.

A programação tem como pontos altos a Procissão, a tradicional Ida à Praia e a Grande Noite de S. João, com a participação dos ranchos das rendilheiras do monte e da praça, a que se junta uma deslumbrante sessão de fogo de artifício.

local: Igreja Matriz de Vila do Conde e outros locais | GPS: 41°21’14.17”N 8°44’33.61”W

Dia 23

Festa em honra de São João | Vila Real

A festa de S. João tem lugar no centro histórico de Vila Real. Todas as ruas estão com decorações alusivas as festas dos santos populares.

Inúmeras pessoas deslocam-se para saborear as sardinhas assadas e as fêveras, servidas por vários restaurantes, que estendem longas mesas pelas ruas. A festa prolonga-se pela noite dentro com muita animação musical.

local: Rua Central, Largo da Capela Nova | GPS: 41.178224 N 7.446878 W

Dias 23 e 24

Festa de São João | Castelo de Paiva

Por terras de Paiva, mantém-se a tradição de festejar os Santos Populares, sendo o São João o que merece mais destaque, justificando o feriado municipal no dia 24 de junho.

Como não podia deixar de ser, as coloridas e animadas marchas marcam a noite do dia 23, cuja animação continua madrugada fora, com uma bonita sessão de fogo-de-artifício à meia-noite e a atuação de grupos de referência do panorama musical português.

No dia 24 (feriado municipal), sobressai a tradicional sardinhada que é oferecida à população pelo Município, acompanhada pelo Vinho Verde de Paiva.

local: Largo do Conde – Sobrado | GPS: 41.040.845 -8.271.861

Dia 24

Bugiada e Mouriscada do São João de Sobrado | Valongo

Anualmente, no dia de S. João, revive-se uma tradição invulgar. São as Bugiadas e Mouriscadas, que durante uma jornada, desde bem cedo até ao final da tarde, maravilham os visitantes, com rituais, danças, guizalhada, humor, colorido e alegria.

Entre os Bugios e Mourisqueiros, desenrola-se uma batalha e são várias centenas de figurantes que se envolvem na manifestação que é candidata a Património Imaterial da Humanidade.

Para além dos rituais do dia de S. João, os festejos em honra do santo acontecem durante vários dias com muita diversão, noitadas e espetáculos, sempre com muito fogo-de-artifício.

local: Largo do Passal – Sobrado | GPS: 41°12’35,02”N 8°27’41,67”W

Festa de São João | Esposende

As “Festividades Sanjoaninas”, em Esposende, atingem a exuberância e o brilhantismo que a data oferece, mandando a tradição que nesta altura se façam elevar balões de papel pelos céus iluminados, se acendam fogueiras à volta das quais o povo dança e canta, se ergam arcos nos arraiais ricamente decorados e se organizem marchas populares que alegremente percorram as principais artérias das localidades.

O São João significa folguedo popular, alegria e exuberância, onde não deve faltar a tradicional sardinha, a broa e verde tinto que rega as sedentas gargantas de tão festiva gente.

local: Cidade de Esposende | GPS: 41°32’3.87”N 8°46’59.42”W

Festa de São João | Marco de Canaveses

O S. João de Alpendorada é uma celebração religiosa com forte cariz profano pois, na noite de S. João, realizam-se as Marchas Populares, o momento alto das celebrações.

A tradição cumpre-se, em noite de S. João, nas ruas de Alpendorada e Matos, perante milhares de pessoas, as Marchas Populares proporcionaram um desfile cheio de cor, alegria e música que anima a festa.

Uma noite inolvidável, pois as Marchas Populares em Alpendorada são já uma referência nas celebrações são-joaninas do concelho do Marco de Canaveses, pela beleza e qualidade dos trajes e coreografias apresentadas.

O desfile das marchas realiza-se na noite de 23 para 24 de junho. As comemorações têm também uma vertente gastronómica e musical. A organização geral do evento é da responsabilidade da Junta de Freguesia e conta com o apoio da Câmara Municipal do Marco de Canaveses.

local: Av. Futebol Clube de Alpendorada – Alpendorada e Matos | GPS: 41°05’17.6”N 8°14’57.1”W

Dia 24 ou fim-de-semana seguinte (de acordo com o calendário)

Festa de São João do Carvalhinho | Santo Tirso

Festa de carácter popular que se realiza junto à Capela do Monte de S. João do Carvalhinho, local arborizado, onde se desfruta de uma bela paisagem.

Consta de arraial com iluminações, fogo-de-artifício e conjuntos típicos. A parte religiosa integra uma procissão que sai da Igreja Paroquial para a referida capela.

local: Monte de S. João do Carvalhinho – Burgães | GPS: 41°20’29.9”N 8°26’49.9”W

Dias 27 a 30

Festa de São Pedro de Cerva | Ribeira de Pena

A Festa do São Pedro é celebrada no dia 29 de junho, mas a festividade começa dois dias antes. Trata-se de uma das principais romarias do concelho e que nesta altura do ano faz parte do seu calendário festivo.

O programa das festas é variado, incluindo referências de uma romaria tradicional portuguesa, nomeadamente, grupos de bombos, bandas musicais, missa e procissão solene, ranchos folclóricos e o típico fogo-de-artifício. A festa é muito animada com boas noites de folia.

local: Praça de Cerva | GPS: 41°28’25.29”N 7°50’49.75”W

Dias 28 e 29

Festa em honra de São Pedro | Vila Real

A feira de São Pedro encerra o ciclo de festas vividas em todo o mês de junho em Vila Real. É na Rua Central, defronte da Capela Nova, que a tradição é rainha, com uma importante Feira de Artesanato (barros de Bisalhães e linhos de Agarez e Mondrões).

Para coroar a noite de festa, está a ser retomada uma antiga tradição tipicamente Vila-Realense: o jogo do Panelo, em que grupos de pessoas se espalham pelo centro histórico, formando rodas, atirando o panelo aleatoriamente de mão em mão.

Quem deixar cair e partir, terá de pagar (ou segundo a tradição, “roubar”) outro panelo!

local: Rua Central, Largo da Capela Nova | GPS: 41.178224 N 7.446878 W

Dia 29

Romaria de S. Pedro | Cinfães

Num extenso planalto deserto e inóspito, onde aqui e acolá crescem tojos e fetos, surge surpreendente o Santuário de S. Pedro do Campo.

Junto à capela, há pedras antigas e monumentos tumulares de sociedades e cultos pré-históricos, que transportam o espaço para o motivo sagrado da romaria.

Poucos registos há da capela, mas sabe-se que no início do século XVII já por aqui passavam estradas medievais e já por aqui se faziam negócios. É por isso uma das maiores celebrações culturais, uma romaria de feira, de tradição e de fé.

local: Santuário de S. Pedro do Campo | GPS: 41,008386 -8,085399

Festa de São Pedro | Espinho

Ao longo dos últimos anos, a Festa de S. Pedro tem-se assumido como uma das grandes romarias do concelho.

O Desfile das Rusgas a S. Pedro, a Recriação da Arte Xávega, com recurso às juntas de bois e a Majestosa Procissão que percorre as principais artérias da cidade saindo da capela, são os pontos altos desta festa que traz muita gente até Espinho.

Muita música e festa de arraial são a componente profana, desta festa, mais uma vez dedicada às lides do mar.

local: Freguesia de Espinho | GPS: 41°00’00.9”N 8°38’43.9”W

Festas do concelho – São Pedro | Felgueiras

São Pedro é o santo popular e o padroeiro do concelho de Felgueiras que os felgueirenses se habituaram e gostam de festejar com pompa e circunstância.

Todos os anos, vários milhares de visitantes juntam-se a esta festa, a maior romaria de Felgueiras. A Câmara Municipal de Felgueiras organiza as Festas de S. Pedro, tendo em conta a importância tradicional das festividades e o facto do dia de S. Pedro ser Feriado Municipal.

Destacam-se do programa, o Cortejo das Flores, a solene Procissão, o desfile das Marchas de S. Pedro, as tasquinhas, a Feira de Artesanato e Atividades Económicas, o Concurso “Pinta”, vários espetáculos musicais, animação de rua, fogo piromusical e folclore.

local: Cidade de Felgueiras – Santa Quitéria | GPS: 41°21’57’’N 8°11’52’’W

Festa de São Pedro | Penedono

Feriado Municipal. É neste dia que todas as freguesias do concelho se reúnem em função do Desfile Etnográfico. O dia começa bem cedo com a feira anual, seguido da Eucaristia e Procissão.

Mas um dos pontos altos é, sem sombra de dúvidas, o Desfile Etnográfico, onde participam todas as forças vivas do concelho, juntas de freguesia e associações.

Cada um tenta retratar no desfile uma tradição, histórias e estórias, ou algo que os caracterize e pelas ruas da vila fazem festa, num misto de desafio e ao mesmo tempo de são convívio.

local: Rua Eiras de S. Pedro | GPS: 40.986563 -7,396566

Festa de São Pedro | Santa Marta de Penaguião

São Pedro é um santo popular. Este dia é também conhecido como o dia de São Pedro e São Paulo. A data é celebrada no mês dos santos populares – junho, e a tradição manda que a população festeje a data decorando as ruas com várias cores e manjericos.

Bailes e marchas populares são organizados nas ruas e a música está sempre presente. Na gastronomia, a sardinha assada, o pimento, a broa, o caldo verde e o vinho são os elementos principais da festa.

local: Sobrado – Sanhoane | GPS: 41°11’55,09 7°31’55,20

Festa de São Pedro | São Pedro de Castelões – Vale de Cambra

A Festa a S. Pedro, na vila de São Pedro de Castelões, tem o seu momento alto no dia 29 de junho, marcado sobretudo pelas cerimónias religiosas.

Ao longo das festividades, é ainda possível apreciar a gastronomia local da qual se destaca: os rojões à lavrador, as papas de serrabulho, o caldo verde e também os famosos vinhos verdes da região.

local: Praça de S. Pedro – S. P. Castelões | GPS: 40°49’42.85”N 8°23’52.80”W

Terceiro domingo

Festa da Senhora D’Orada | Pinheiro – Vieira do Minho

Situada no sopé da Serra da Cabreira, o que lhe proporciona uma envolvente natural de grande beleza, a Senhora da Orada insere-se na freguesia de Pinheiro, a cerca de sete quilómetros da vila de Vieira do Minho.

Junto à capela, podemos deparar com uma escadaria toda em pedra, o Fontanário Arquiepiscopal, a Casa da Confraria, um coreto, um palco, um cruzeiro e no alto do monte um Calvário que tem no meio um lago e ao fundo um crucifixo de grandes dimensões.

No interior da capela podemos encontrar dois altares laterais dedicados à Senhora de Fátima e à Senhora do Guadalupe e, no fundo, um retábulo que data do século XVII. Desde 1840 que a festa em honra da Senhora da Orada se realiza no terceiro domingo de junho.

local: Freguesia de Pinheiro | GPS: 416.243.409 81.024.814,17

Última semana

Festa de São Pedro | Macedo de Cavaleiros

S. Pedro é o padroeiro de Macedo de Cavaleiros, que lhe dedica o dia 29 de junho, feriado municipal com missa e procissão em sua homenagem. Tempo de calor e, em épocas passadas, tempo abundante de ceifas.

Durante estas festas, a Feira de S. Pedro é, também, de grande importância, remontando esta aos anos 40, quando ranchos de ceifeiros de todo o país concluíam, vindos do sul, a Macedo de Cavaleiros, – o Concelho da Fouce como, por esse motivo, também era conhecido – a fim de oferecerem a sua mão-de-obra, em licitações disputadas pelos agricultores locais.

Um excelente cartaz de espetáculos e de diversões variadas, proporciona a todos noites de festa e de divertimento.

local: Parque Municipal de Exposições | GPS: 41°32´10.38’’N 6°57’53.67’’W

Festa de São Pedro | Tarouca

No final do mês de junho, celebram-se as Festas em honra de S. Pedro (dia 29), padroeiro da freguesia de Tarouca e sede do concelho. Cerimónias religiosas, música, fogo-de-artifício e muita animação dão vida a este evento que ocorre anualmente no concelho.
local: Centro Cívico da Cidade de Tarouca | GPS: 41°1’6.57”N 7°46’34.68”W

25 de Junho a 5 de Julho

Festas de São Pedro | Póvoa de Varzim

As Festas de S. Pedro correspondem a uma semana de espetacular animação, em que a Póvoa sai para a rua. Ruas enfeitadas, rusgas, tronos, roupas brilhantes das tricanas, músicas populares, fogueiras, sardinhas e a alegria dos poveiros transformam a cidade.

Milhares de pessoas divertem-se nas ruas, na noite do dia 28 até ao amanhecer e outras tantas espalham-se ao longo do percurso para verem passar a procissão, no dia 29 e assistirem nessa mesma noite ao espetáculo das rusgas, um momento único de cor e beleza.

local: Ruas da Póvoa de Varzim – Bairro Norte, Bairro da Matriz, Bairro Sul, Bairro de Regufe, Bairro de Belém e Bairro da Mariadeira | GPS: 41°22’47,727’’ N 8°45’42,856’’ W

Fonte: informações retiradas daqui