Plantas e ervas medicinais – usos cosméticos e outros

Plantas e ervas medicinais – usos cosméticos e outros

“Desde o dia em que Eva, arrancando uma folha – de parreira ou de figueira (?) – para enfeitar a sua nudez, entendeu que a mãe-natureza lhe podia fornecer as armas do encanto e da sedução.

Esta utilização de cosmética e venérea atravessaria todas as antigas culturas:

– os gregos desenvolveram uma filosofia completa de saúde e beleza à base de plantas;

– os romanos entregaram-se ainda mais aos cuidados com o corpo;

– por altura do renascimento fazia-se a separação entre os cuidados da pele e os cuidados de saúde;

– e, a partir do século XIX, nos Estados Unidos da América, a cosmética organizou-se como actividade industrial, com a utilização de conservantes e a produção em massa.

No entanto, todas as receitas, truques de beleza, passados de mães para filhas durante gerações sucessivas, são tão antigas quanto a feminilidade sensual ou os hábitos de cortejar.

Afinal, as plantas ou as ervas continuam as mesmas, provavelmente, as mulheres e os homens é que não lhes fazem mais fé…”

Cremes e loções para a pele

Água-de-colónia: misture dez gramas de essência de bergamota com dez gramas de essência de limão, dez gramas de essência de cidra, cinco gramas de essência de alecrim, cinco gramas de essência de flor de laranjeira, cinco gramas de essência de rosmaninho, duas gramas e meia de canela e um litro de álcool a noventa graus.

Acrescente cento e cinquenta gramas de água de melissa e cem gramas de alcoolato de alecrim. Deixe macerar durante uma semana e filtre de seguida.

Leite de limpeza de funcho (para peles oleosas): numa panela aqueça meia chávena de soro de leite coalhado e duas colheres de sopa de sementes de funcho esmagadas, em lume brando durante meia hora.

Deixe a descansar cerca de duas horas. Coe, enfrasque e coloque no frigorífico.

Têm um poder de conservação até uma semana.

Queimaduras solares da pele: para queimaduras leves, utilize a cozedura de folhas de sabugueiro que serve para aclarar as manchas da pele e para lavar os olhos.

Creme de protecção para as mãos: derreta quatro colheres de sopa de vaselina em lume brando e junte-lhe dois punhados de flores frescas de sabugueiro. Deixe a macerar durante três quartos de hora, aquecendo a vaselina sempre que esta solidificar.

Aqueça e coe por um crivo para um frasco com tampa de enroscar.

Deixe arrefecer e feche o frasco.

Loção para o cabelo: faça ferver algumas bagas de sabugueiro com vinho ou vinagre, e depois de fria, aplique na lavagem do cabelo.

Síntese de usos na cosmética

Plantas para cremes e loções

Agrião — o sumo para atenuar as manchas

Alecrim — antisséptico revigorante; limpezas em profundidade

Alfazema — agente de limpeza; tónico para a pele

Borragem — para peles secas e sensíveis