Organizações relacionadas com a Cultura Popular

Organizações relacionadas com o Folclore, a Etnografia e a Cultura Popular

UNESCO

UNESCO – United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization

A UNESCO é a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura. Foi criada durante a Conferência das Nações Unidas para a criação de uma organização educacional e cultural, realizada em Londres, de 1 a 16 de novembro de 1945.

As 44 Delegações presentes nesta Conferência decidiram criar uma organização que iria encarnar uma verdadeira cultura da paz. A seu ver, a nova organização deveria estabelecer a “solidariedade intelectual e moral da humanidade” e, ao fazê-lo, evitar uma nova guerra mundial.

No último dia da Conferência, trinta e sete países assinaram a carta que estabelece a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO). Aquela entrou em vigor no dia 4 de novembro de 1946, tendo sido ratificada por vinte países.

Procura construir a paz através da cooperação internacional em Educação, Ciências e Cultura. Os programas da UNESCO contribuem para a consecução dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável definidos na Agenda 2030, adotada pela Assembleia Geral da ONU em 2015.

A Conferência Geral das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, reunida em Paris, de 29 de Setembro a 17 de Outubro de 2003, na sua 32.ª sessão, aprovou a Convenção para a salvaguarda do Património Cultura Imaterial. Posteriormente, aprovou a Recomendação para a Salvaguarda da Cultura Tradicional e do Folclore.

Para saber mais sobre a UNESCO.

Organizações relacionadas com a Cultura Popular

CIOFF – International Council of Organizations of Folklore Festivals and Folk Arts | Conseil Internacional des Organisations de Festivals et d’Arts Traditionnels

Criado em 1970, com os objetivos de

– salvaguarda,

– promoção

– e difusão da cultura tradicional e do folclore,

o CIOFF® é uma organização internacional cultural não-governamental (ONG) que mantém relações consultivas formais com a UNESCO.

Foi acreditada em 2012, pelo Comité Intergovernamental, como Consultora para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial. O CIOFF® está hoje representado em 101 países dos 5 continentes, que promovem mais de 300 festivais por ano.

Através das suas actividades, o CIOFF visa os seguintes objectivos principais:

– Promover o património imaterial, através de diversas formas de expressão, como dança, música, jogos, rituais, costumes e outras artes;

– Servir os objectivos da UNESCO;

– Apoiar as actividades dos seus membros e os das organizações não-governamentais que trabalham nas áreas do folclore e do património cultural;

– Servir a causa da paz e da não-violência através da implementação dos objectivos acima;

Estrutura do CIOFF

Actualmente, o CIOFF possui membros no mundo inteiro e abrange 92 países do mundo, com 69 Secções Nacionais, 4 membros associados e 19 membros correspondentes.

Estima-se que mais de 1 milhão de pessoas, incluindo mais de 30.000 grupos de dança folclórica, de música e organizações de artes populares estão associados ao CIOFF através das respectivas Secções Nacionais ou do CIOFF Mundial.

A Associação CIOFF Portugal, atualmente presidida pela Fundação INATEL, tem por fim

– estabelecer a cooperação e a solidariedade entre os seus membros nas atividades de carácter desinteressado que desenvolvem no âmbito da organização e participação em Festivais Internacionais de Folclore,

– bem como na preservação e divulgação da arte e cultura tradicional portuguesa.

No âmbito das suas competências, nomeadamente assegurar a representação de Portugal junto do CIOFF® (Conselho Internacional das Organizações de Festivais de Folclore e Artes Tradicionais) e criar uma rede de Festivais Portugueses e de Grupos, a Associação CIOFF Portugal integra atualmente 50 membros, entre efetivos, associados e honorários.

Para saber mais sobre o CIOFF.