O Regadinho | danças do povo português

O Regadinho

O Regadinho é uma dança popular que se vulgarizou no século passado [séc. XIX] e se baila em todo o norte do País e, também, na Beira Litoral.

É, por isso, uma dança híbrida, quer dizer: com algo de nortenho e algo de litoral.

Dança bem ritmada, o Regadinho é, pouco mais ou menos, uma marcha; este seu aspecto leva-nos a crer que se trata de uma dança de salão ou burguesa, importada da Europa após as invasões francesas.

No norte bailam o Regadinho sem acompanhamento instrumental, apenas acompanhado à viola, ao passo que na Beira Litoral o bailam ao som da guitarra.

Maneira de bailar o Regadinho

Posição inicial

Os pares, de braço dado e mão no quadril, formam uma fila.

1.º passo

Marcha em círculo durante a quadra inteira e um bis.

2.º passo

O segundo passo coincide com o refrão ou estribilho; as raparigas dão o braço direito aos rapazes, depois passam o braço esquerdo ao rapaz do par seguinte.

3.º passo

Marcha em círculo formando uma roda.

4.º passo

Voltam a formar fileira e dando as mãos ao alto formam um túnel.

5.º passo

O último par passa sob o túnel e coloca-se à frente, seguindo-se assim todos os pares duas vezes.

*****

Cantadeira:

Água leva o regadinho,
água leva e vai regar;
estas mocinhas d’agora
já não sabem namorar.

Coro

Água leva o regadinho,
água leva e vai regar;
a água do nosso rio
corre toda para o mar.

Cantadeira

Sou bonita, sou bem feita,
sou delicada em tudo;
mal haja o pouco haver
que é o que desmancha tudo.

Partitura

Regadinho - partitura

 

Fonte: “Danças do Povo Português”, Tomaz Ribas (texto editado e adaptado)