Jogo dos Bilros ou Jogo da Silva | Jogos Populares

Jogo dos Bilros ou Jogo da Silva

Frequentemente jogado em Trás-os-Montes e Alto Douro, o Jogo dos Bilros ou Jogo da Silva é jogado em jogado individualmente ou em equipa e num terreno plano.

Material

– 1 bola de madeira de fácil trabalho (principalmente pinho ou amieiro), mais ou menos redonda com o diâmetro da ordem dos 20 cm.

– 9 bilros, normalmente de pinho, de forma cilíndrica com o comprimento da ordem dos 25 a 30 cm. e diâmetro da ordem dos 4 cm, terminando uma das extremidades em forma cónica.

– 1 bilro com a forma dos anteriores cujo comprimento é da ordem dos 30 a 35 cm e diâmetro de cerca de 5,5 cm.

Local

Uma escavação no terreno, sensivelmente plana, formando uma meia cana com a largura aproximada de 90 cm e uma profundida de com cerca de 30 cm, encimada por uma pedra que limita o movimento da bola.

Disposição dos bilros

Os 9 bilros são dispostos por forma constituírem 3 linhas e 3 colunas com 3 elementos cada.

O bilro maior, denominado «vinte», coloca-se separado dos restantes pouco mais ou menos no alinhamento e prolongamento da coluna central (sentido do lançamento) e deles separado cerca de 30 cm por um traço ou risco.

Valores atribuídos

– 10 pontos. Só tem valor quando há bilros derrubados legalmente.

Bilro maior: 20 pontos. Tem valor sempre que tocado pela bola em qualquer sentido e direção.

– Restantes bilros:

– se caem e não ultrapassam o risco (não livrar) que os separa do 20, têm o valor de 2 pontos.

– Se caem e ultrapassam o risco (livrar) é-Ihes atribuído a cada um 10 pontos.

Estes bilros só têm valor quando toca dos no sentido do lançamento.

A Partida é constituída por 3 jogos: 1º, 2º e negra. O vencedor terá de ganhar dois destes jogos. Cada jogo vale 100 pontos.

Modalidade do jogo

– Mano a mano, isto é, um contra um

– 2 equipas de dois elementos cada.

Pessoal auxiliar

– 2 erguedores que levantam ou erguem os bilros.

Vocabulário

– «Cagou», quando a bola não ultrapassa o risco e bate nos paus.

– «Descarte», quando a bola não toca em qualquer bilro.

– «Roubado» jogo que normalmente devia ser ganho por uma equipa e é ganho pela adversária.

– «Meia saca» – 50 pontos.

Contagem

Os pontos compreendidos entre 50 e 100 anunciam-se tantos de cima. Ex.: Uma jogada de 76 pontos anuncia-se 26 de cima.

Quando a jogada é de 100 ou mais pontos anuncia-se «está todo».

Jogo dos Bilros ou Jogo da Silva | Jogos Populares
Jogo dos Bilros ou Jogo da Silva

Os Jogos Populares Transmontanos e Alto Durienses

Os Jogos Populares Transmontanos são um conjunto de atividades tradicionais da região de Trás-os-Montes e Alto Douro, no Norte de Portugal, a que Miguel Torga chamou “Reino Maravilhoso”.

Estes jogos fazem parte essencial da cultura popular da região e têm sido transmitidos ao longo das gerações como forma de diversão e entretenimento.

Eles jogos são praticados ao ar livre, em festas populares, romarias e outros eventos locais, e envolvem a participação de crianças, jovens e adultos.

São jogos simples, muitas vezes baseados em habilidades físicas, destreza e coordenação, mas também contêm elementos de estratégia e competição.

Estes jogos são mais do que simples atividades recreativas, pois que eles desempenham um papel importante na preservação da identidade cultural e património de Trás-os-Montes e Alto Douro.

Promovem a socialização, a integração comunitária e o fortalecimento dos laços entre as pessoas.

Além disso, também são uma forma de manter vivas as tradições e costumes da região, transmitindo os seus valores e conhecimentos para as gerações futuras.

Os Jogos Populares Transmontanos e Alto Durienses são um exemplo notável da riqueza cultural da região de Trás-os-Montes e Alto Douro, e merecem ser apreciados e preservados e divulgados.

São, também, uma forma divertida e única de conhecer e celebrar a rica herança cultural desta região.

1 in “Tradições Populares – I” António Cabral, editado pelo INATEL, 1999