Instrumentos Musicais Tradicionais em Portugal

Membranofones

Os membranofones são instrumentos de percussão que produzem som através da vibração de membranas distendidas. Ou seja, o elemento vibratório, e que produz som, é uma membrana retesada.

Assim, podem-se considerar membranofones todos os instrumentos cujo som resulta de uma membrana, ou de uma pele esticada.

Normalmente, os membranofones têm o formato de caixas, circulares ou quadrangulares, e são cobertos por peles de animais de um ou de ambos os lados.

Idiofones

Nos idiofones, o elemento vibratório é o próprio corpo do instrumento, constituído por materiais mais ou menos vibráteis, independentemente da sua tensão.

Cordofones

Tratam-se dos instrumentos cujo elemento vibratório é uma corda ou mais cordas esticadas.

Assim, os cordofones, ou instrumentos de cordas, são instrumentos musicais cuja fonte primária de som é a vibração de uma corda tensionada.

Muitos deles possuem cordas presas a um braço e os comprimentos relativos das cordas são variados pelos dedos de uma das mãos. Para fazer a corda vibra, são utilizados três métodos principais: as cordas podem ser beliscadas, friccionadas com um arco ou percutidas.

Qualquer instrumento de cordas pode ser executado das três formas, mas alguns são mais frequentemente usados de uma forma específica.

Aerofones

Tratam-se dos instrumentos cujo elemento vibratório é o ar accionado de modo especial pelo instrumento, ou seja, aerofone é um qualquer instrumento musical em que o som é produzido principalmente pela vibração do ar sem a necessidade de membranas e cordas e sem que a própria vibração do corpo do instrumento influencie significativamente no som produzido.

Juntamente com os instrumentos mais importantes existem outros, geralmente idiofones, que têm funções diversas. Segundo Ernesto Veiga de Oliveira, estes idiofones são divididos nas seguintes categorias:

Instrumentos usados para marcar o ritmo:

– castanholas,

– ferrinhos,

– bilha com abano,

– reque-reque;

Instrumentos utilizados em festividades (Semana Santa, Carnaval, Serração da Velha, etc.):

– matracas,

– zaclitracs;

Instrumentos próprios de certas profissões e modos de vida (para avisar, por exemplo, o começo de certos trabalhos):

– gaita de amolador,

– cornetas,

– assobios de caça,

– cornos,

– búzios;

Instrumentos de passatempo individual:

– ocarina,

– harmónica de boca,

– gaita de palha.

Texto elaborado, adaptado e sistematizado com base em compilação de textos recolhidos na internet | Imagem de destaque