Fumeiro tradicional de Vinhais | Trás-os-Montes

O Fumeiro de Vinhais tem actualmente todos os seus produtos com Protecção Comunitária IGP [Indicação Geográfica Protegida), um reconhecimento das qualidades específicas e tão apreciadas dos enchidos de Vinhais.

Esta Protecção permite ao consumidor adquirir no mercado estes produtos certificados, com a garantia de genuinidade e qualidade.

O porco Bísaro é uma raça autóctone da região de Vinhais – é criado com uma alimentação à base de produtos naturais de onde se destaca a castanha, o que permite a obtenção de uma carne de excelente qualidade, suculenta e saborosa.

A qualidade da matéria-prima, o saber tradicional de longas gerações e o clima rigoroso da região, estão na origem do famoso Fumeiro de Vinhais, que faz as delícias dos gostos mais exigentes.

Fumeiro de Vinhais - SalpicãoSalpicão de Vinhos (IGP)

É um enchido de carne de lombo de porco de raça Bísara ou cruzamento desta raça, cheio em tripa grossa de porco com formato recto e cilíndrico.

A carne utilizada é devidamente condimentada com sal, vinho tinto ou branco da região, água, alho, colorau e louro.

Deve consumir-se cru, em finas fatias, depois de curado, ou assado enquanto fresco.

Chouriça de CarnesChouriça de Carne de Vinhais (IGP)

Também denominada localmente por Linguiça de Vinhais, é um enchido de carne e gordura de porco de raça Bísara ou cruzamento desta raça, cheia em tripa delgada de porco ou de vaca.

A carne e a gordura são devidamente condimentadas com sal, vinho tinto ou branco da região, água, alho, colorau e louro.

Deve consumir-se crua, assada ou cozida, dependendo do tempo de cura.

Alheira de VinhaisAlheira de Vinhais (IGP)

Enchido fumado, obtido a partir de carne de porco de raça Bísara ou cruzamento desta raça, pão regional de trigo e azeite de Trás-os-Montes, condimentada com sal, alho e colorau.

É constituída por uma pasta fina na qual se podem aperceber pedaços de tamanho reduzido (carnes desfiadas), cheia em tripa delgada e seca, de vaca.

Deve consumir-se assada.

ButeloButelo de Vinhais (IGP)

Enchido fumado, obtido a partir de carne de porco, gordura, ossos e cartilagens, provenientes das partes da costela e coluna vertebral de porco de raça Bísara ou cruzamento desta raça, cheios em estômago (bucho), bexiga ou tripa do intestino grosso do porco (palaio).

As carnes com os ossos e as cartilagens são devidamente condimentadas com sal, alho, colorau, louro, água e vinho branco ou tinto da região.

Deve consumir-se cozido.

Chouriço azedoChouriço Azedo de Vinhais (IGP)

Enchido fumado, obtido a partir de carne de porco de raça Bísara ou cruzamento desta raça, pão regional de trigo e azeite de Trás-os-Montes, cheio em tripa do intestino grosso do porco.

A carne e gordura são devidamente condimentadas com sal. Depois de cozidas são desfiadas e misturadas com o pão, formando uma massa que é por fim condimentada com colorau, alho e azeite.

Deve consumir-se cozido.

Chouriça doce de VinhaisChouriça Doce de Vinhais (IGP)

Enchido fumado, constituído por carne magra e carne gorda de porco de raça Bísara ou produto de cruzamento desta raça, sangue de porco, pão regional, mel, nozes, ou amêndoas e azeite de Trás-os-Montes.

É cheio em tripa delgada de vaca ou porco.

As carnes e gorduras de porco são condimentadas e cozidas em água, as carnes desfiadas são adicionadas ao pão regional, formando uma massa que é finalmente condimentada à qual se adicionam os restantes ingredientes.

Deve consumir-se cozida.

Presunto de VinhaisPresunto de Vinhais (IGP)

É obtido a partir das pernas de porco Bísaro adulto, macho ou fêmea (excluindo os machos inteiros).

Depois de um período de salga de durante cerca de 30 dias, o presunto é untado com uma mistura de colorau, azeite e/ou banha.

Posteriormente, é exposto à acção pouco intensa e gradual do fumo de carvalho ou castanho. A cura e envelhecimento é feito em local frio e seco.

Todo o processo não pode ser inferior a 12 meses.

Deve consumir-se cru, em finas fatias.

Fonte