Folclore da Península Ibérica mostrou-se em Andorra

 

No passado sábado, dia 4 de maio de 2019, realizou-se, no Complexo Cultural de Encamp, a sétima edição do Festival de Folclore Ibérico – Principado de Andorra, uma iniciativa promovida pelo Grupo de Folclore ‘Casa de Portugal’ para comemorar o 23º aniversário da associação portuguesa no Principado.

Mais de 600 pessoas puderam apreciar, com interesse, as danças tradicionais de Espanha, a cargo do Grupo de Coros y Danzas Pilarica, que viajaram desde Valladolid para apresentar as tradições castelhano-leonesas; de Portugal através do Rancho Folclórico de Paranhos da Beira, que viajou desde Seia para apresentar a cultura tradicional popular da Serra da Estrela, e do Grupo anfitrião, que, mais uma vez, voltou a surpreender a plateia com a representação do trabalho do campo e o dia-a-dia das gentes minhotas. O folclore andorrano esteve a cargo do Esbart Valls del Nord, que maravilhou e arrancou os maiores aplausos do numeroso público presente.

Várias individualidades assistiram ao evento, designadamente, Xavier Espot, Deputado de Andorra, Esther Paris, Vice-Presidente da Câmara de Encamp, Paulo Pisco, Deputado da Assembleia da República, Miguel Silvestre, Cônsul Geral de Portugal em Barcelona, e o empresário José Costa, gerente de Nova Constructora, principal empresa patrocinadora do Festival de Folclore Ibérico – Principado de Andorra.

Após este encontro de culturas, iniciou-se a festa com o conjunto Euphoria, que pôs toda a gente a dançar ao som da música portuguesa, tendo sido oferecido um beberete aos grupos participantes. O convívio terminou, pela madrugada dentro, com um encontro de concertinas tocadas pelos membros das tocatas dos grupos.

Durante os dois dias que os grupos de Paranhos e Valladolid conviveram em Andorra, puderam visitar o centro histórico do Principado e desfrutaram das paisagens nevadas nas montanhas andorranas.

[themoneytizer id=”19156-19″]

 

No final do encontro, a satisfação por parte dos elementos do Grupo de Folclore ‘Casa de Portugal’ foi unânime, pelo nível da organização do evento, da adesão do público e pela qualidade da mostra folclórica que mereceu grandes elogios e dignificou o reforço da portugalidade nos vales de Andorra.

 

[themoneytizer id=”19156-16″]