14º aniversário do Rancho da A.C.R.D de Rubiães

 

Fundada em 20 de Outubro de 1992, a Associação Cultural, Recreativa e Desportiva de Rubiães tem um âmbito de ação regional e como principais objetivos a promoção do desporto, da cultura e da solidariedade social na localidade onde está inserida.

Integrado nesta associação, funciona um Rancho Folclórico, fundado a 06/06/2004, pelo que está a comemorar o seu 14º Aniversário com a realização de um Festival de Folclore, no dia 22 de julho, e que vai contar com a presença do Grupo Etnográfico do Sabugal – Guarda, Rancho Típico e Folclórico de Vilela – Arcos de Valdevez e o Rancho Folclórico Amigos dos Longos Vales – Monção.

Durante a realização do festival, vai funcionar uma pequena quermesse para a venda de produtos fornecidos pelos comércios locais, através da qual pretendem a angariação de fundos para suportar as despesas com as atividades do Rancho Folclórico.

O Rancho da Associação Cultural, Recreativa e Desportiva de Rubiães apresenta trajes negros – os trajes domingueiros (usados tradicionalmente na freguesia, que pertence ao concelho de Paredes de Coura, situada no coração do Alto Minho), e que são envergados pelos dançadores. Os elementos da tocata apresentam trajes confecionados à base de linho e lã, e que eram os trajes utilizados nos trabalhos do campo. Também por ser um grupo minhoto, as suas danças baseiam-se em “viras”, “chulas” e “canas verdes”.

O Rancho da A. C. R. D. de Rubiães é constituído por dois grupos, o infantil e o adulto, perfazendo um total aproximado de 70 pessoas, e que assume como principal missão representar os usos e costumes deixados pelos seus antepassados. Para além dos instrumentos de percussão, utiliza as concertinas, instrumento musical típico da região do Alto Minho.

14º aniversário do Rancho da A.C.R.D de Rubiães

 

Sobre a freguesia…

Rubiães é uma freguesia portuguesa do concelho de Paredes de Coura, com 8,95 km² de área e 512 habitantes, de acordo com os Censos de 2011. A sua densidade populacional é 57,2 h/km².

No âmbito do seu património, destacam-se: Igreja de São Pedro de Rubiães | Via romana de Braga a Tui – 14 marcos miliários | Ponte de Rubiães (românica) | Solar das Antas | Capelas de S. Roque, S. Bartolomeu, Fradinhos e ou Senhora da Expectação, Rio Coura e monte Mourela.

Destaque, ainda, para o Albergue de Peregrinos de S. Pedro de Rubiães, que tem por objetivo proporcionar ao número crescente de romeiros as necessárias condições de acolhimento, durante o percurso do Caminho Português de Santiago inscrito no concelho. Dispõe de áreas modernas e funcionais, cozinha, sala de refeições, sala de convívio, gabinete médico, lavandaria e um dormitório misto, com 17 beliches, capazes de acolher 34 pessoas.

Como gastronomia local mais característica, apresenta “Enchidos de porco” e “Arroz de Cabidela”. Fonte (texto adaptado)