Romarias e Festas Populares no mês de Agosto

 

Durante o mês de Agosto, realizam-se as seguintes Romarias e Festas Populares em Portugal:

 

Dias 1 a 16

Festa em honra de Nossa Senhora do Socorro | Peso da Régua
É em agosto que se realizam as Festas em honra de Nossa Senhora do Socorro – Festa do Douro. Tendo início com o Festival das Francesinhas na 1ª emana de agosto que, no mesmo certame, junta a gastronomia e música, a Festa do Socorro tem os seus pontos altos na noite de 14 de agosto na parte alta da cidade, onde milhares de pessoas se juntam em folia: na Procissão do Triunfo que se distingue como o ponto mais alto das festas e o Arraial do Rio que ombreia com o que de melhor se faz no país.
local: Peso da Régua | GPS: 41.16227854 -7.79186048

Dias 3 a 5

Romaria a S. Domingos | Fontelo – Armamar
Fontelo organiza uma das principais e mais concorridas romarias do Município. Acontece todos os anos, nos dias 03, 04 e 05 de agosto. A tradição remonta à Idade Média. Ao longo dos séculos, a romaria ganhou tamanha importância que a Câmara de Lamego era “obrigada” a tomar parte, juntamente com os vigários capitulares da Sé, clérigos, Franciscanos do Convento de S. Francisco e muita gente da cidade e seus arredores. Era costume distribuir-se um jantar no final das cerimónias aos participantes na procissão. A Feira Franca acontece a 03 de agosto e marca o início das festividades.
local: Fontelo | GPS: 41.121.395 -7.745.095

Dia 4

Romaria de S. Domingos | Raiva – Castelo de Paiva
Esta romaria, uma das maiores do concelho, realiza-se num dos pontos mais emblemáticos: o Monte de São Domingos. Aqui acorrem milhares de peregrinos de vários pontos do país, percorrendo longas distâncias a pé para pagarem as suas promessas. As cerimónias religiosas têm início na Capela de Nossa Senhora das Amoras, em Oliveira do Arda, seguindo depois uma procissão serra acima em direção à Capela de São Domingos, onde é rezada uma missa em honra do santo. A procissão é acompanhada por uma banda de música e os andores são levados às costas por devotos como pagamento de promessas.
local: São Domingos – Raiva | GPS: 41.016.667; -8.350.000

Dia 5

Festa de Nossa Senhora das Neves | Viana do Castelo
Realizada no Largo das Neves, um lugar-comum a três freguesias – Barroselas, Vila de Punhe e Mujães – esta romaria tem por principal atrativo o famoso Auto Medieval da Floripes, uma peça de teatro medieval, de tradição popular, que encena uma batalha entre cristãos e turcos, que representa um dos mais antigos espécimes do teatro popular, realizada a 5 de agosto, nas Neves.
local: Largo das Neves – Barroselas, Vila de Punhe e Mujães | GPS: 41652954; -8.720.466

Dias 6 a 10

Festa de Nossa Senhora da Lapa | Arcos de Valdevez
A implantação em 1758 do culto a Nossa Senhora da Lapa na vila de Arcos de Valdevez estimulou a edificação de um templo religioso em sua homenagem, concluído em 1767, sendo deste período as primeiras manifestações públicas de celebração, que se mantiveram constantes até meados do século XX. Retomadas em 2009, as festividades passam a integrar, e a titular, as Festas do concelho, realizadas no segundo fim-de-semana de agosto, devolvendo aos arcuenses uma das suas mais importantes e simbólicas festividades religiosas.
local: Igreja da Lapa e Zona Histórica de Arcos de Valdevez | GPS: 41°50’45.20”N 8°25’08.79”W

Festas concelhias em honra de São Brás | Terras de Bouro
O Município de Terras de Bouro promove, como é tradição, de 06 a 10 de agosto, mais uma edição das Festas Concelhias em honra de S. Brás. De destacar as arruadas e a tradicional animação de rua, os desfiles dos grupos folclóricos que participam no Festival Folclórico Concelhio, as “rodas” compostas por grupos de concertinas que animam as ruas, as bandas filarmónicas, os cantores de música popular, a Corrida de Cavalos de Passo Travado e a Feira Franca, além dos jogos de futsal da fase final do Torneio Concelhio de Futsal, as importantes cerimónias religiosas e do fogo de artificio, todas completam um animado e variado programa festivo.
local: Praça do Município | GPS: 41°43’8.72”N 8°18’29.55”W

Dias 7 a 10

Romaria de Nossa Senhora da Saúde | Saudel  – Sabrosa
Romaria que se realiza entre o dia 07 e 10 de agosto, tendo o seu dia principal no dia 09 com a Missa e Procissão Solene em honra da Senhora da Saúde que vai num andor com cerca de dezasseis metros de altura.
local: Santuário de Nossa Senhora da Saúde | GPS: 41°31’41.67’’N 7°59’19.44’’W

Dias 8 e 9

Romaria de Nossa Senhora do Castanheiro | Valtorno – Vila Flor
Consta de festa religiosa e arraial popular no santuário, que integra uma igreja românica tardia, que antigamente albergava os peregrinos de Santiago de Compostela. Alguns sepulcros embutidos na parede, em forma de capelas e uma imagem setecentista de Santa Maria do Castanheiro ornamentam o seu interior. Ao lado deste templo existe um castanheiro antiquíssimo com uma toca no tronco e, segundo dizem os antigos, Nossa Senhora aparecia na toca da árvore.
local: Valtorno | GPS: 41°15´05.67´´N 7°12´32.94´´W

Dia 10

Festa de São Lourenço e Dia do Município | Vimioso
Festa em honra de São Lourenço, que é também dia do município, altura em que os agricultores do concelho se reúnem com a intenção de fazer negócios de vendas de animais (gado bovino de raça mirandesa). O Município organiza o Concurso de Gado Bovino de Raça Mirandesa e a Luta de Touros. À noite, há espetáculo musical com um artista português.
local: Parque Municipal | GPS: 41°34’59.97”N 6°31’50.92”W

Dias 10 a 15

Romaria de S. Bento da Porta Aberta | Terras de Bouro
É uma romaria típica da cultura popular e tradicional do nosso povo, com uma dimensão religiosa no cumprimento de promessas ao S. Bento, Missa Solene, sermão e majestosa procissão com andores de flores naturais e figurantes. Como diversões, há bandas de música e vários grupos de concertinas. Nas noites de 12 e 13 há o famoso fogo-de-artifício.
local: Rua 1, São Bento | GPS: 41°41´23.2” N 8 °12´14.2” W

Dias 12 a 15 de agosto

Festa de Nossa Senhora de Fátima | Balteiro – Ribeira de Pena
Em honra de Nossa Senhora de Fátima, que é venerada numa festa religiosa e profana nos dias 12, 13 e 14 de agosto, a Festa de Balteiro continua a atrair muitos devotos e romeiros que procuram a tradicional animação musical com o Rancho de Balteiro, grupos musicais e a Procissão de Nossa Senhora de Fátima. Além disso, podem fazer-se compras na tradicional e mensal Feira dos 13.
local: Balteiro | GPS: 41°32’16.51”N 7°47’9.69”W

Festa da Vila e do Concelho em honra de Nossa Senhora da Assunção | Torre de Moncorvo
Uma das referências mais antigas que se conhece sobre a Festa de Nossa Senhora da Assunção em Torre de Moncorvo aparece numa Provisão de 1695 «para que em dia de Nossa Senhora da Assunção se faça pela Câmara Festa na Igreja …». Desde 1695 até 1973 decorreram, nesta vila, as festividades em honra de Nossa Senhora da Assunção. Após uma interrupção de treze anos, as festividades reiniciam-se no ano de 1986 até ao presente. O cartaz festivo é muito diversificado com sessões de fogo de artifício, arruadas pelas bandas filarmónicas e arraiais com grupos musicais. No dia 15, predomina a vertente religiosa com Missa Solene e Procissão em honra da padroeira Nossa Senhora da Assunção.
local: Centro Histórico da Vila de Torre de Moncorvo | GPS: 4.117.403 -705.235

Festas em honra de Nossa Senhora da Saúde | Vila Nova de Gaia
As Festas em honra da Nossa Senhora da Saúde, realizam-se no Monte Murado, num ambiente natural, nos os dias 12, 13,14 e 15 de agosto, atraindo milhares de visitantes para aí cumprirem as suas promessas e rezarem as suas preces. Junto à capela, situada ao cimo deste monte, é erguido um altar, sob um toldo, onde são realizadas duas missas campais, uma às 09h00 e a da festa pelas 11h00, saindo depois a procissão longa numa interminável fila de fiéis, abrilhantada por grupos filarmónicos. Milhares de romeiros levam compridos círios, intercalando com os respetivos andores, descem e contornam o cruzeiro e sobem novamente a íngreme ladeira. Para além da animação não falta a tradicional sardinha assada, o bacalhau assado na brasa, caldo verde com a típica broa, rulotes de farturas, doces e fruta. Durante o dia, atuam vários grupos musicais. O fogo-de-artifício é às 24 horas. No dia seguinte, temos a famosa Corrida de Cavalos, argolinhas e desfilada e, à noite, a exibição de grupos musicais. Esta romaria é considerada das maiores festas religiosas de Gaia e do Norte de Portugal.
local: Carvalhos – Pedroso | GPS: 41°3’36.8676”N 8°34’37.2612”W

Dias 12 a 22

Festa de Nossa Senhora das Graças | Bragança
As festividades de Nossa Senhora das Graças, padroeira da cidade de Bragança, decorrem de 11 a 22 de agosto. O programa conta com uma série de espetáculos musicais, animação no Castelo de Bragança com a Festa da História e um espetáculo piromusical na noite do arraial. O programa religioso, dedicado à padroeira da cidade, tem o seu ponto alto com a missa na Catedral, seguida da grandiosa Procissão Solene pelas ruas da cidade.
local: Bragança | GPS: 41.806715° -6.754933°

Dias 13 a 15

Romaria de Nossa Senhora da Assunção | Vila Flor
É o maior e um dos mais importantes santuários marianos de Trás-os-Montes onde se realiza, todos os anos, uma romaria, a maior da região, cujo expoente máximo ocorre dia 15 de agosto, com a majestosa Procissão. Acompanhada por bandas de música, várias centenas de peregrinos descalços, milhares de visitantes, cerca de uma centena de figuras bíblicas, 11 andores, sendo o maior o de Nossa Senhora, carregado por cerca de cinquenta pessoas, vai desde a aldeia de Vilas Boas até ao santuário, numa distância de dois quilómetros.
local: Santuário Nossa Senhora da Assunção | GPS: 41°20´55.26´´N 7°10´51.96´´W

Dias 13 a 16

Festa em honra de Santa Maria Maior | Alijó
Festividade de grande relevo para Alijó, dedicada a Santa Maria Maior, padroeira desta vila. Realiza-se em agosto e tem uma duração de quatro dias, recheados de atividades religiosas, culturais e etnográficas onde a folia e a diversão duram até altas horas da madrugada.
local: Alijó | GPS: 41.26671093007253 -7.445812225341797

Dias 13 a 16 de Agosto

Festa de Nossa Senhora da Guia | Santa Marinha – Ribeira de Pena
Consagrada padroeira do concelho em 1952, a Senhora da Guia envolve a devoção das gentes de Trás-os-Montes e do Minho que, religiosamente, todos os 15 de agosto assistem à sua procissão e cumprem promessas ao redor da capela. Os três dias da festa são acompanhados com música ao vivo. A procissão, desde a Igreja de Santa Marinha até à capela, conta com a participação de milhares de devotos e dos seus belos andores. A localização da capela, nas encostas do Alvão, sobranceira ao Vale do Tâmega, confere-lhe um miradouro natural fabuloso. Também Camilo Castelo Branco terá assistido à Romaria da Senhora da Guia, tendo sido inspiração para escrever o sexto dos “Doze Casamentos Felizes”.
local: Fonte de Mouro – Santa Marinha | GPS: 41°31’58.81”N 7°46’1.37”W

Dias 14 e 15

Festa de Santa Maria de Barrô | Resende
A festa normalmente inicia-se no dia 14 e prolonga-se pelo dia 15 de agosto. A procissão solene, na tarde do dia 15, destaca-se pelo grande número de anjinhos e de andores que nela se incorporam e ainda, pelo original andor da Senhora da Boa Viagem, uma imagem de pedra que todos os anos vão buscar ao seu pequeno nicho nos rochedos da margem esquerda do rio Douro com a ajuda de força, cordas e escadas que, por tradição, os antigos arrais e restantes marinheiros a traziam num barco-andor por eles construído, como forma de agradecimento pela milagrosa proteção divina recebida nas fainas perigosas dos rabelos.
local: Rua de Santa Maria de Barrô – Barrô | GPS: N41.129094 W7.88262