Romaria de S. Bartolomeu do Mar – Esposende

 

Todos os anos, no dia 24 de Agosto, realiza-se a Romaria de São Bartolomeu do Mar, padroeiro da freguesia com o mesmo nome, pertencente ao concelho de Esposende (Minho), durante a qual as crianças são levadas a mergulhar, pelo menos três vezes, na água fria do mar. Para que fiquem livres de muitos males.

Manda a tradição, que remonta ao século XVI (1566), que no dia 24 de Agosto, as crianças e respectivos pais transportem uma galinha ou frango (pinto ou “pito”, como por lá se diz) preto(a) durante três voltas à Igreja, que passem outras tantas vezes debaixo do andor e que, depois, vão à praia “furar” ondas em número ímpar: três, cinco, sete ou nove, o chamado “banho santo”.

O chamado banho-santo é um dos pontos altos da romaria da terra, durante a qual a praia local se enche de gente de gente, apesar do frio e da temperatura gelada da água.

Assim se esconjuram os medos das crianças e se curam maleitas como a gaguez, a epilepsia ou a gota. No entanto, e segundo dizem, “têm que ir ao banho antes de completar os sete anos de idade para que a tradição seja cumprida”.

Esta superstição é antiga, pois remonta ao século XIX, e tem origem numa lenda, segundo a qual todos os anos, precisamente no dia 24 de Agosto, o diabo anda à solta, só voltando ao mar quando anoitece. É esse o motivo para levar as crianças ao mar, durante o dia, para que aproveitem as águas ‘puras’, e assim se curarem de muitos males.

A Missa mais solene é celebrada às 11h00. De tarde, faz-se o chamado agradecimento ao Santo, através de uma procissão tida como «uma das mais imponentes» do Norte de Portugal. Apesar de o percurso ser curto ” menos de dois quilómetros da igreja à praia e regresso” demora sempre duas a três horas, incorporando centenas de figurantes, que reconstituem episódios bíblicos, e andores de grande porte.

Imagem de destaque

 

Foto de Armindo Costa de 1972 retirada daqui

 

Imagem

 

Fique a conhecer, também, a Romaria de São Bartolomeu de Ponte de Barca – edição 2018.