Previsão do tempo baseadas no comportamento de animais

 

Previsões do tempo baseadas no comportamento de aranhas

As aranhas são muito sensíveis às mudanças atmosféricas e prevêem com enorme sagacidade as suas variações. Deste modo, a experiência parece ter confirmado que haverá…

bom tempo, quando as aranhas dos jardins aparecem em grande número, trabalhando em longos fios ou tecendo durante a noite uma nova teia; o mesmo será de prever se as aranhas das casas se envolvem nas suas teias, mostram a cabeça, estendem as pernas ou põem ovos, facto este que sucede até sete vezes nos anos de maior calor e estiagem;

bom tempo fixo, se as aranhas dos jardins tecem muito compridas e largas teias ou se as da casa continuam a estender as pernas; quanto mais as estendem para diante, tanto mais fixo é de prever o tempo bom;

tempo variável, se as aranhas dos jardins trabalham em pequena teia negligentemente;

vento passageiro, se as mesmas aranhas só estendem os raios da roda sem lhes pôr os fios circulares que devem cobrir o centro da teia;

vento durável, se as aranhas dos jardins sem se retirarem, não trabalham;

chuva passageira, se as aranhas dos jardins ficam em pequeno número e só a muito custo prendem o urdume das teias;

chuva contínua, se as aranhas dos jardins se escondem e se as das casas se revolvem na teia apenas deixando ver a sua parte posterior;

frio passageiro, se as aranhas das casas se agitam e lutam entre si para se apoderarem das teias já feitas e melhor situadas;

frio intenso, se as aranhas das casas trabalham apressadamente ou lançam novos fios e, principalmente, quando de noite fazem novos tecidos uns sobre os outros; é então que pressentem a proximidade de grandes frios que, de ordinário, chegam 8 a 10 dias depois;

 

Previsões do tempo baseadas no comportamento de animais quadrúpedes e outros

[Para além dos animais de estimação, também designados como domésticos ou de companhia, há muitos outros animais que necessitam de cuidados humanos para poderem cumprir com a respectiva “função”: produzir alimentos, ajudar nas actividades agrícolas, etc. Aqui deixamos as tarefas que deve ter em conta para manter os animais nas devidas condições higiénico-sanitárias, por exemplo.]

Bois…
… que em tempo de chuva se juntem nos pastos e se apertem uns de encontro aos outros, assinalam temporal próximo;

Cordeiros…
… que se mostrem mais ávidos enquanto pastam, indicam chuva; quando, durante a chuva ou fazendo vento, se agrupam e põem uns aos outros a cabeça sobre os lombos ficando quase imóveis, prenunciam tempestade violenta;

Gatos…
… que esfregados no Verão e às escuras, fiquem com a extremidade dos pêlos luminosa, assinalam bom tempo; o mesmo facto verificado no Inverno, é precursor de tempo frio e seco;

Morcegos…
… que apareçam à tarde, indiciam bom tempo; quando são em grande número e esvoaçam mais tempo do que o usual, é sinal quase certo de que o dia seguinte será quente e sereno; quando em tempo quente não aparecem nos locais do costume, sinal de chuva próxima; e quando se refugiam nos seus buracos e gritam, indicam tempestade;

Peixes…
… Quando alguns peixes, como por exemplo as carpas, vêm frequentemente saltar à superfície da água, lançando-se para apanhar os insectos que voem baixo, é sinal de tempo tempestuoso;

Rãs…
… que coaxem mais que de ordinário, prenunciam chuva; quando se retiram para o mais fundo da água, anunciam bom tempo, e quando saem da água e se espalham pelos campos, indicam chuva próxima;

Sapos…
… que em noites de Verão saiam em grande número de seus buracos, prenunciam chuva;

Toupeiras…
… que remexam a terra mais do que é costume, são também sinal de chuva;

 

Previsões do tempo baseadas no comportamento de insectos e vermes

Abelhas…
… que pouco se afastam das colmeias ou cortiços, ou que a eles voltam em chusma indicam chuva; quando, raivosas, atacam quem delas se aproxima, sinal de tempestade;

[A abelha é o único insecto que foi domesticado pelo ser humano. Um apiário é um conjunto de colmeias, nas quais se faz criação de abelhas. Aqui vão ser fornecidas informações básicas sobre as actividades que deve desenvolver, ao longo do ano, no seu apiário particular.]

Moscardos…
… que se pregam às pernas dos cavalos, bois ou vacas, e os mordem com anormal violência, assinalam chuva;

Moscas…
… que, em grande número, entram pelas casas procurando morder e mostrando-se mais importunas do que habitualmente, são indício de tempestade;

Mosquitos…
… que se juntam antes do Sol posto, ou formam colunas que se movam em rodopio, assinalam bom tempo;

Vermes da terra…
… que, em bom tempo, sobem à superfície do solo, quase sempre indicam chuva próxima;

 

Previsões do tempo baseadas no comportamento das aves

Andorinhas…
… rasando a terra ou as águas para apanhar mosquitos e outros insectos que usualmente aparecem antes das chuvas, são indício de que estas não estarão longe;

Corvos…
… que se elevam nos ares e crocitam em tom grosso e prolongado, são sinal de bom tempo; quando pousam frequentemente nas árvores e crocitam secamente, indicam chuva;

Galinhas…
… que se espojam, pressentem chuva;

Galos...
… que cantam mais tarde que o habitual, prenunciam mudança de tempo; e se prolongam o canto pela noite, anunciam chuva;

Gralhas…
… que andam em grupo são prenúncio de bom tempo; quando vão e vêm solitariamente, indicam chuva;

Mochos…
… que piam durante o mau tempo, anunciam mudança;

Pardais…
… que cantam com mais força e durante mais tempo do que o usual, estão prevendo chuva;

Patos…
… que, por bom tempo, voam por aqui e por ali, grasnando e atirando-se por vezes à água, prenunciam chuva e tempestade;

Perús…
… que se agrupam e encostam uns aos outros, anunciam chuva;

Pombos…
… que se recolhem mais tarde que o habitual, indicam quase sempre chuva para os dias próximos;

Fonte: Almanaque – 1984 / Direcção Geral da Educação de Adultos

 

Poderá, também, gostar de ler sobre: