Organizações relacionadas com a Cultura Popular

 

Organizações relacionadas com o Folclore, a Etnografia e a Cultura Popular

 

UNESCO – United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization – A UNESCO é a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, criada durante a Conferência das Nações Unidas para a criação de uma organização educacional e cultural, realizada em Londres de 1 a 16 de novembro de 1945. As 44 Delegações presentes nesta Conferência decidiram criar uma organização que iria encarnar uma verdadeira cultura da paz. A seu ver, a nova organização deveria estabelecer a “solidariedade intelectual e moral da humanidade” e, ao fazê-lo, evitar uma nova guerra mundial. No último dia da Conferência, trinta e sete países assinaram a carta que estabelece a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), a qual entrou em vigor no dia 4 de novembro de 1946, tendo sido ratificada por vinte países.

Procura construir a paz através da cooperação internacional em Educação, Ciências e Cultura. Os programas da UNESCO contribuem para a consecução dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável definidos na Agenda 2030, adotada pela Assembleia Geral da ONU em 2015.

A Conferência Geral das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, reunida em Paris, de 29 de Setembro a 17 de Outubro de 2003, na sua 32.ª sessão, aprovou a Convenção para a salvaguarda do Património Cultura Imaterial. E em …. aprovou a Recomendação para a Salvaguarda da Cultura Tradicional e do Folclore.

Para saber mais sobre a UNESCO.

 

CIOFF – International Council of Organizations of Folklore Festivals and Folk Arts | Conseil Internacional des Organisations de Festivals et d’Arts Traditionnels – Criado em 1970, com os objetivos de salvaguarda, promoção e difusão da cultura tradicional e do folclore, o CIOFF® é uma organização internacional cultural não-governamental (ONG) que mantém relações consultivas formais com a UNESCO, tendo sido acreditada em 2012, pelo Comité Intergovernamental, como Consultora para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial. O CIOFF® está hoje representado em 101 países dos 5 continentes, que promovem mais de 300 festivais por ano.

Através das suas actividades, o CIOFF visa os seguintes objectivos principais:

– Promover o património imaterial, através de diversas formas de expressão, como dança, música, jogos, rituais, costumes e outras artes;

– Servir os objectivos da UNESCO;

– Apoiar as actividades dos seus membros e os das organizações não-governamentais que trabalham nas áreas do folclore e do património cultural;

– Servir a causa da paz e da não-violência através da implementação dos objectivos acima;

Actualmente, o CIOFF possui membros no mundo inteiro e abrange 92 países do mundo, com 69 Secções Nacionais, 4 membros associados e 19 membros correspondentes.

Estima-se que mais de 1 milhão de pessoas, incluindo mais de 30.000 grupos de dança folclórica, de música e organizações de artes populares estão associados ao CIOFF através das respectivas Secções Nacionais ou do CIOFF Mundial.

A Associação CIOFF Portugal, atualmente presidida pela Fundação INATEL, tem por fim estabelecer a cooperação e a solidariedade entre os seus membros nas atividades de carácter desinteressado que desenvolvem no âmbito da organização e participação em Festivais Internacionais de Folclore, bem como na preservação e divulgação da arte e cultura tradicional portuguesa.

No âmbito das suas competências, nomeadamente assegurar a representação de Portugal junto do CIOFF® (Conselho Internacional das Organizações de Festivais de Folclore e Artes Tradicionais) e criar uma rede de Festivais Portugueses e de Grupos, a Associação CIOFF Portugal integra atualmente 50 membros, entre efetivos, associados e honorários.

Para saber mais sobre o CIOFF.

 

FFP – Federação do Folclore Português – A Federação do Folclore Português (FFP), fundada em 1977, é uma instituição cultural sem fins lucrativos, com estatuto de utilidade pública, sedeada em Arcozelo (Vila Nova de Caia).

Trata-se de uma entidade com autonomia financeira, patrimonial e administrativa que tem desenvolvido uma ação centrada no processo de investigação, defesa, salvaguarda e divulgação da cultura tradicional e popular portuguesa constituindo, esta, uma vertente do património cultural imaterial português. Acompanha técnica e cientificamente quase 600 associados e presta formação e aconselhamento técnico ao restante movimento associativo nacional desta tipologia, quando solicitado.

Para saber mais sobre a FFP.

 

IOV World – Internacional Organization of Folk Art – A IOV – International Organization of Folk Art é uma organização mundial de pessoas e instituições que trabalham para documentar, preservar e promover todas as formas de arte popular, tanto tangíveis quanto intangíveis. A organização foi fundada na Bélgica em 1979 e está registada sob as leis da Áustria, está situado o Secretariado da IOV.

A missão da IOV é proteger, preservar e promover todas as formas de Arte Popular e Cultura Popular como elementos do Património Cultural Imaterial, para promover a compreensão e o gosto pela diversidade cultural entre todos os povos e, assim, aumentar as perspectivas de paz mundial.

Reconhecemos que, para que a cultura popular beneficie as gerações futuras, ela não deve sobreviver apenas como memórias registradas de gerações passadas, mas nas tradições vivas das pessoas de hoje.

A IOV foi credenciada pela UNESCO como um Centro de Especialização em Patrimônio Cultural Imaterial e deseja continuar a sua acreditação por meio da implementação de diversas atividades.

A IOV patrocina festivais de folclore nacionais e internacionais de arte, bem como o intercâmbio cultural dos artistas do espectáculo e artes visuais. Através dos seus simpósios científicos, pedagógicos e oficinas, IOV incentiva actividades académicas de pesquisa, documentação e publicação sobre temas relacionados com a arte e tradições folclóricas. Conferências recentes têm explorado os aspectos da narração de histórias, brincadeiras infantis, lendas, artesanato, contos folclóricos, dança, tecelagem e têxtil, confecção de ferramentas, práticas religiosas, figurino, arquitectura, práticas sociais e festas sazonais.

A Convenção da UNESCO sobre a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial, através da importância dada à pesquisa e documentação, fornece o quadro adequado para os programas e projectos da IOV.

Para saber mais sobre a IOV WORLD.

 

CPCCRD – Confederação Portuguesa das Colectividades de Cultura, Recreio e Desporto – A Confederação Portuguesa das Colectividades de Cultura, Recreio e Desporto é a fiel depositária de todo o património da extinta Federação Portuguesa das Colectividades de Cultura e Recreio, o que por si só constitui um importante acervo do Movimento Associativo Português. Irá integrar as estruturas intermédias já existentes e a constituir por todo o território nacional, nomeadamente as Federações Distritais devidamente constituídas. Representa as associações que tenham prática nas áreas da cultura, recreio e/ou desporto e conta actualmente com 3 842 filiadas. Tem como suas associadas especialmente as designadas “colectividades de cultura e recreio”, mas também sociedades filarmónicas, grupos de teatro de amadores, grupos corais / orfeões, clubes desportivos e, ainda, associações humanitárias de bombeiros e associações de moradores.

Para saber mais sobre a CPCCRD.

 

Fundação INATEL – A Fundação INATEL tem como missão a promoção das melhores condições para a ocupação dos tempos livres e do lazer dos jovens, trabalhadores e seniores, desenvolvendo e valorizando o turismo social, a criação e fruição cultural, a actividade física e desportiva, bem como a inclusão e a solidariedade social.

Para saber mais sobre a Fundação INATEL.