Museu de Olaria – Barcelos | Museu Etnográfico

 

O Museu de Olaria foi criado em 1963, após a doação de uma valiosa colecção recolhida pelo etnógrafo Joaquim Sellés Paes Villas Boas, passando a acolher peças de olaria da região de Barcelos, de outras regiões do país, da lusofonia e de outros países estrangeiros.

Antes da designação Museu de Olaria, chamou-se Museu de Cerâmica Regional e, mais tarde, designou-se Museu de Cerâmica Popular Portuguesa, funcionando numa sala subterrânea dos Paços dos Condes, junto à Igreja Matriz de Barcelos, onde se manteve até 1982.

Em 1995, a 29 de Julho, o Museu de Olaria abriu, pela primeira vez, ao público no edifício da antiga “Casa dos Mendanhas Benavides Cyrne”, recuperado e adaptado expressamente para albergar e expor as colecções do museu. Integra a Rede Portuguesa de Museus desde o ano 2000.

O Museu conta com um acervo de mais de nove mil peças, constituído essencialmente de colecções de cerâmica fosca e vidrada (de norte a sul do país) e estrangeira (países como Angola, Argélia, Brasil, Timor, Guiné, Espanha e Cabo Verde).

O seu acervo é resultante de doações, trabalhos de campo em centros oleiros extintos ou em vias de extinção e outros ainda em laboração, aquisição a particulares e antiquários.

Ao longo dos anos, o acervo do Museu tem vindo a ser investigado, proporcionando a edição de várias publicações temáticas. Simultaneamente, tem vindo a concretizar uma política expositiva que privilegia as exposições temporárias, pelas quais se pretende cativar novos públicos, para que possam contactar com a riqueza e diversidade da olaria.

O Museu de Olaria, enquanto lugar de memórias, sítio de vidas, oficina do imaginário, perpetua a identidade de um povo, sendo, ao mesmo tempo, centro dinamizador de cultura e propalador da transmissão geracional cultural.

Inicialmente com uma área de 2.000m2, após as obras de recuperação, valorização e ampliação, ganhou um novo volume destinado a espaço de exposição permanente.

Para cumprir todas as suas funções museológicas, o Museu também dispõe de salas de exposições temporárias, espaço de reservas, centro de documentação, serviço educativo e de animação, sala de restauro, serviços administrativos e cafetaria.

Fonte: folheto promocional editado pelo Município de Barcelos

 

 

Horário de funcionamento:

Terça a Sexta-feira: das 10h00 às 18h00

Sábado | Domingo | Feriados: das 1h00 às 12h30 e das 14h00 às 18h00

Encerramento: Segunda-feira | 1 de Janeiro | Sexta-feira Santa | Domingo de Páscoa | 15 de Agosto | 24 e 25 de Dezembro

Rua Cónego Joaquim Gaiolas | 4750-306 Barcelos

Telefone: 253 824 741 | Fax: 253 809 661 | Correio electrónico: museuolaria@cm-barcelos.pt