[ INÍCIO ]   [ Sobre o Portal ]  [ FAQs ]  [ Registar site ou blog ]  [ Enviar informações ]  [ Loja ]   [ Contactos ]

 
"Temos obrigação de salvar tudo aquilo que ainda é susceptível de ser salvo, para que os nossos netos, embora vivendo num Portugal diferente do nosso, se conservem tão Portugueses como nós e capazes de manter as suas raízes culturais mergulhadas na herança social que o passado nos legou."  (Jorge Dias)
 
 
 
Arquitectura e construções
Artesanato
Cancioneiros Populares
Danças Populares
Festas e Romarias
Grupos de Folclore
Gastronomia e Vinhos
Instrumentos musicais
Jogos Populares
Lendas
Literatura Popular
Medicina Popular
Museus Etnográficos
Música Popular
Provérbios
Religiosidade Popular
Romanceiros
Sabedoria Popular
Superstições e crendices
Trajos
Usos e Costumes
 
Agenda de iniciativas
Bibliografia temática
Ciclos
Feiras
Festivais de Folclore
Glossário
Informações Técnicas
Loja
Permutas
Pessoas
Textos e Opiniões
Turismo
 
SUGESTÕES
Calendário agrícola
Confrarias
Datas comemorativas
Feriados Municipais
História do Calendário
Meses do ano
Províncias de Portugal
 
 

Pub  
   
CARETOS DE PODENCE - Figuras enigmáticas do Nordeste Transmontano Pub
Pub  
  ENTRUDO CHOCALHEIRO

É tempo de Carnaval em Podence... e os mascarados suspendem o tempo, como suspensos se encontram os enchidos no fumeiro. Decretam a boémia, o riso e o excesso, como decretado está também o seu inevitável e cíclico fim.

Em pleno Entrudo, os “Caretos” saem à rua em alvoroço chocalheiro, procurando sobretudo as mulheres, novas e velhas, para as “chocalharem” e para se assumirem como os “donos” dos espaços públicos e até dos privados – que invadem com matreirice, cumplicidade ou passiva anuência dos seus moradores.

Sedutores e misteriosos, os Caretos guardam a magia dos tempo sem que as histórias junto à lareira franqueavam a entrada em mundos de sonho. A eles tudo se permite; o anonimato dá-lhes prerrogativas: dá-lhes poder. Por dois dias no ano os homens são crianças e quem mais brinca mais poder tem.


Voltar ao início>>>
 

Texto e fotos retiradas de um folheto intitulado "Caretos de Podence . demos à solta"


Pub

     

        

Se não encontrou nesta página o que procurava, pesquise em todo o Portal do Folclore Português
 



Acompanhe, em primeira mão as actualizações do Portal do Folclore Português:

FOLCLORE DE PORTUGAL - O Portal do Folclore e da Cultura Popular Portuguesa não se responsabiliza pelo conteúdo dos sítios registados
© Copyrigth 2000/2014  - Todos os direitos de cópia reservados - Webmaster