Augusto Gomes dos Santos | Pessoas

 

Augusto Gomes dos Santos (Arcozelo, 23.07.1924 – Arcozelo, 9.07.2011) dedicou mais de 40 anos da sua vida à divulgação do folclore, da etnografia e das tradições populares portuguesas.

Fundou a Federação do Folclore Português em 1977 (tendo sido Presidente da Direcção desde a sua fundação até 2004, e depois foi seu Presidente Honorário), dirigiu diversos Ranchos em Arcozelo, e organizou/coordenou, durante muitos anos, o Festival de Folclore Nacional do Algarve.

Prestou apoio técnico a diversos Grupos de Folclore das Comunidades Portuguesas existentes pelo mundo, particularmente no Brasil, no Canadá, nos EUA, em França, na África do Sul e em Macau, países onde efectuou diversas e importantes acções de formação.

Se salientar a organização e realização de dois Congressos de Folclore na Madeira em pareceria em o Grupo de Folclore de Ponta do Sol: o 1º congresso em 1994 sobre o lema “O folclore numa sociedade em mudança”, e o 2º congresso em 2001, subordinado ao tema “Folclore – Preservar é Vencer”.

Integrado nas comemorações dos 500 anos da Ponta do Sol, em 2001, Augusto Gomes dos Santos foi o grande responsável pela ida de quase 500 pessoas, de Portugal Continental e da Região Autónoma dos Açores, para participarem na 1ª Exposição de Trajes ao Vivo realizada na Madeira – Funchal e Ponta do Sol.

Sem dúvida que o Comendador Augusto Gomes dos Santos teve um papel fundamental e extremamente meritório no apoio a diversos Grupos e Ranchos Folclóricos, pois com eles iniciou e desenvolveu um esforçado trabalho de formação, através da realização de Colóquios, Encontros e Jornadas de Folclore e Etnografia, com o objectivo de uma maior autenticidade etnográfica, e de orientação para a pesquisa, recolha e divulgação dos aspectos essenciais da Cultura Popular Portuguesa.

Colaborou na imprensa escrita, através da publicação de artigos nos jornais “O Comércio do Porto” e “Jornal de Notícias”, e participou em inúmeros programas de rádio e na TV.

Pela sua dedicação à causa do Folclore e da Etnografia do nosso país, o Comendador Augusto Gomes dos Santos, recebeu as seguintes condecorações:

Comenda de Mérito – atribuída pelo Presidente da República, Dr. Jorge Sampaio.

Medalha de Mérito Cultural – atribuída pelo Ministro da Cultura, Dr. Manuel Maria Carrilho.

Cruz de Malta – atribuída pela Federação das Colectividades de Cultura e Recreio de Vila Nova de Gaia.

Medalha de Mérito (Classe Prata) – atribuída pela Câmara Municipal de Lousada.

Medalha de Mérito Municipal (Classe Ouro) – atribuída pela Câmara Municipal de Baião.

 

Síntese biográfica elaborada a partir de elementos recolhidos na internet